Acontece no geo

Tudo que acontece no geo está aqui.
confira as últimas notícias.

Veja Mais
13 de janeiro de 2020

Professores do GEO Sul participam de composição de projeto de Inteligência Socioemocional da escola fundamentado na BNCC

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define que concepção de Educação orientará as escolas brasileiras. E, de cara, o documento já traz a informação de que a escola deve promover a formação e o desenvolvimento humano global dos alunos, para que sejam capazes de construir uma sociedade mais justa, ética, democrática, responsável, inclusiva, sustentável e solidária. Isso significa orientar-se por uma concepção de Educação Integral (intelectual, física, emocional, social e cultural). E foi com essa concepção mais ampla do que é educar que o GEO Sul promoveu, na manhã desta segunda-feira (13), um grande encontro com professores de todos os níveis para a formulação de um projeto piloto de Inteligência Socioemocional.

Vale lembrar que o foco das escolas, segundo o documento da BNCC, não é mais o de transmissão de conteúdos, mas o desenvolvimento de competências, compreendidas como a soma de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores. O planejamento pedagógico de 2020 do GEO Sul vai contemplar essas competências. E, para isso, todos os orientadores educacionais – Rosângela Régia, Raquel Guerra, Cláudio Campos e Lis Gomes – trabalharam o tema com os docentes. No início do evento, o professor Cláudio Campos, levantou, através de votação entre professores, os principais temas a serem trabalhados em sala de aula, sendo o principal deles, unânime em todos os níveis de educação, ‘Autonomia e Responsabilidade’.

A partir de agora professores e orientadores vão se reunir para criar cronogramas com situações cotidianas que trabalhem os temas. “Autonomia e Responsabilidade” foi o único tema que se repetiu na Educação Infantil, no Ensino Fundamental – anos iniciais, Ensino Fundamental – anos finais, bem como no Ensino Médio, ao todo, para cada nível, foram elencados temas a serem trabalhados trimestralmente. No ensino Fundamental – anos finais, por exemplo, ficaram “Autonomia e responsabilidade”; “Desafio de amar ao próximo”; “Inteligência Emocional” e “Adolescência – perdas e danos”.

Em seguida, a orientadora educacional do Ensino Médio, Lis Gomes, assumiu e deixou a mensagem que todos precisam se comprometer com a formação cidadã e para o trabalho.  “Temos que trabalhar as competências, as dez macrocompetências, preparar o aluno para suas escolhas”, comentou Lis, passando o comando para Raquel Guerra, orientadora do Fundamental – Anos iniciais, que, seguindo a mesma linha de raciocínio, afirmou que os alunos precisam de pessoas que os ouçam e falou sobre as “práticas” dentro do projeto como a abertura de fala, saber como os alunos se sentam, a observação da cooperação e tudo que ajude o estudante a ter um maior domínio sobre suas emoções.

Ao final do evento, a orientadora Rosângela Régia, tratou sobre as principais dificuldades e transtornos de crianças em sala de aula a exemplo do autismo, do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade – TDHA, da dislexia, disortografia, discalculia. Ela demonstrou ao público como ajudar esses alunos e como oferecer estímulos positivos a eles. “Por exemplo, evitar o uso intenso da caneta vermelha durante a correção de provas. O vermelho, culturalmente em nosso contexto, está associado a estímulo negativo”, disse ela, lembrando quando os boletins vinham com a cor vermelha quando as médias ficavam abaixo da média 7,0.

O diretor do GEO Sul, Roberto de Oliveira, chamou a atenção de todos para o planejamento que estava sendo montado para o ano de 2020 e que nele havia o viés da inteligência emocional, que deve guiar cada decisão em sala de aula. “Vamos construir uma entrega pedagógica excepcional. Esse é o nosso foco”, destacou Roberto. Antes de dispensar o grupo, o professor também fez alguns pedidos aos professores, como o de tornar a aula mais prática para que o aluno fixe mais o conhecimento e a abolir o uso da caneta vermelha na correção de provas. “Vamos tentar esse ano? Algo diferente para cortar o estímulo negativo que é a nota vermelha na prova”, concluiu.

Compartilhe esta notícia:

Últimas notícias

Trabalhe
Conosco

Facebook

Facebook

Youtube

Youtube

Instagram

Instagram

Fechar
Fechar

COMUNICADO

Prezados alunos, pais e responsáveis,

Pensando na sua segurança e no seu bem-estar, o Colégio GEO disponibilizou o atendimento on-line (chat) para os responsáveis financeiros através do Portal de sua Unidade.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

No portal, você tem acesso aos serviços de: pagamento de parcelas (vencidas e a vencer), declarações (Imposto de Renda e Recebimento total) e chat on-line para apoio e dúvidas referentes aos serviços financeiros.

Lembrando que, no portal, você pode realizar o pagamento do título no cartão de débito ou crédito. Outra opção é utilizar também o DDA (débito automático autorizado) do seu banco.

Atenciosamente,
A DIREÇÃO