Acontece no geo

Tudo que acontece no geo está aqui.
confira as últimas notícias.

Veja Mais
23 de outubro de 2019

Às vésperas do Enem alunos paraibanos são estimulados a refletir sobre a ansiedade e trabalhar o medo diante dos desafios

         Depois de anos, muitas horas de estudo e dedicação, não há fórmulas mágicas que consigam segurar a ansiedade de estudantes da 3ª série do Ensino Médio, que estão às vésperas do Enem, um teste que mede conhecimentos, mas, que exige muito do preparo físico e emocional dos candidatos, haja vista a exaustiva bateria de questões que resumem num exame, todo o conteúdo programático dos últimos três anos. E para aliviar essa tensão natural, o colégio Geo Sul está realizando uma série de atividades extra classe com seus alunos das 3ª séries. Na manhã de hoje (23), eles começaram o dia refletindo sobre como trabalhar a ansiedade e o medo, além de superar os desafios que estão por vir.

            E coube ao professor de Biologia e psicólogo, Guilherme Stanford, dialogar com os alunos e mostrar as diferenças entre ansiedade e medo. “O medo é um sentimento relativo a um fator real, palpável, que existe. Já a ansiedade é como se fosse uma expectativa de um perigo incerto, algo que a gente imagina que vá acontecer e se julga incapaz de lidar. A causa da ansiedade está no futuro; a causa do medo é uma ameaça próxima”, destacou Guilherme, que abordou ainda algumas características que pessoas ansiosas apresentam, tais como, taquicardia, sudorese, mal estar, tremores, palpitações, entre outros.

            E então, diante de um exame que pode definir o futuro profissional, o que fazer para controlar a ansiedade. Segundo o professor, praticar a autocompaixão é uma excelente estratégia. “Ser bondoso consigo mesmo, não ignorar emoções e não se auto julgar são atitudes que trabalham a ansiedade de maneira bem positiva”, disse Guilherme, lembrando a diferença de autocompaixão e autoestima. “A autoestima destaca você diante dos outros, mas, é preciso lembrar que você é só mais um. A autoestima deixa você com pensamento de que é melhor do que alguém e isso é uma ilusão, mas, ter autoestima também é salutar, na medida em que ela te dá uma avaliação positiva dos seus próprios valores. O ideal é praticar a autocompaixão e ter uma autoestima positiva”, reiterou Guilherme.

            O professor lembrou ainda que ter ansiedade é normal, já que ela é uma emoção que todos temos em situações de estresse, o problema é se essa emoção atrapalhar o convívio social. “Esse sentimento de ansiedade é bom, pois nos protege, nos salva e nos faz agir diante de desafios e situações inusitadas, ela nos ajuda a cumprir nossos compromissos, vocês, por exemplo, precisam estudar se quiserem tirar boas notas. A ansiedade também nos ajuda a lidar com emergências na vida, mas, é preciso ficar alerta quando ela é levada ao extremo e aumenta em situações que não apresentam ameaça real, ai ela passa a ser um transtorno e precisa de tratamento, porque o transtorno nos invalida e ai a questão não é somente mental, mas, fisiológica também”, explicou Guilherme, que encerrou o momento reflexivo com os alunos com uma prática contemplativa, que trabalhou a respiração e a postura dos estudantes.

            O diretor do Geo Sul, professor Roberto Oliveira, que também participou da atividade, finalizou o momento, reiterando a importância dos estudantes trabalharem o controle das emoções nesta reta final do Enem. “Todos nós sabemos que o Enem é tanto um teste físico e emocional, como acadêmico. São horas de prova, com variadas questões, que vão testar não só conhecimento de vocês, mas a capacidade de concentração, então, trabalhar o emocional fará toda a diferença nos resultados”, reiterou Roberto, lembrando que a escola está confiante que seus alunos farão a diferença, pelo enorme potencial que têm. E para reiterar essa confiança, no final da atividade, foi distribuída uma folha manuscrita pelo diretor do Geo Sul, e subscrita por todos os professores da 3ª Série e coordenadores, com mensagens de otimismo, esperança, fé, coragem, resistência e carinho. “Gratidão por ser aluno GEO. Bora lá, fazer a diferença neste mundo”. Essa frase, que finalizou a mensagem do professor Roberto, ilustra bem a filosofia da escola que não apenas constrói pontes para a universidade. No GEO, nós consolidamos caminhos para o futuro!

            Além do palestrante e do diretor do Geo, também participaram da atividade o supervisor, Antônio Trevisol, o coordenador do Ensino Médio, Arquimedes Silva, e os professores de Biologia, Evandro Gomes e de Química, Renato Brandão Júnior. Foram os professores, inclusive, que distribuíram com os alunos o documento com as mensagens.

Compartilhe esta notícia:

Últimas notícias

Imprensa

Entre em contato com:

ELIANE SOBRAL
esnews@terra.com.br
(83) 3221-8829 / (83) 99985-0706

Trabalhe
Conosco

Facebook

Facebook

Twitter

Twitter

Youtube

Youtube

Fechar