Acontece no geo

Tudo que acontece no geo está aqui.
confira as últimas notícias.

Veja Mais
23 de setembro de 2019

Alunos do GEO são Ouro, Prata e Bronze na Olimpíada Paraibana de Informática (OPI) nas categorias de Programação e Iniciação 2

        A Comissão organizadora da Olimpíada Paraibana de Informática (OPI), que está sob a responsabilidade do curso de Ciências da Computação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), já divulgou a lista com o resultado da competição, que teve sua última fase realizada no último dia 15 de setembro. Na lista estão 23 alunos do GEO. Augusto Nunes Zacarias, aluno da 3ª Série do Ensino Médio do GEO Tambaú ganhou medalha de Ouro na categoria Informática-Programação. Na categoria Informática-Iniciação 2, os alunos José Francisco Cruz e Samuel Victor Fernandes também foram campeões e também conquistaram medalhas de Ouro. A premiação será realizada no dia 11 de novembro, na Unifacisa, em Campina Grande. Além dessa, o GEO também tem alunos concorrendo na Olimpíada Brasileira de Informática – OBI com etapa agendada para este próximo sábado (21).

        A categoria Iniciação 1 da OPI, segundo a professora de Matemática do GEO, Rafaela Vasconcelos, destina-se aos alunos do 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental e tem o objetivo de desenvolver o raciocínio lógico através de jogos de Sudoku. A prova foi composta por mais de 20 questões de múltipla escolha nas quais, através das “tabelas” de Sudoku, os participantes teriam que encontrar o valor de “X”. Na categoria, os alunos Leticia Rocha de Almeida, Ana Louyse Maciel Batista e José Rodrigues da Silva Neto ficaram com medalha de Bronze. Lívia Pessoa Lopes da Silva e Joao Rafael Ponciano da Costa receberam Honra ao Mérito.

        Já a categoria Iniciação 2, direcionada a alunos do 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental, aproxima-se mais da prova aplicada na Olimpíada Brasileira de Informática, tendo em vista que envolve questões que abarcam os conceitos trabalhados na Programação. “A prova da Iniciação 2 fideliza mais a Olimpíada Brasileira. Ela traz não só o raciocínio lógico-analítico, mas trabalha com questões de variáveis, condicionantes e questões de comando”, explicou Rafaela, salientando que o GEO atua no desenvolvendo das mesmas questões em seu laboratório de informática com aqueles alunos que se interessam pela área.

        “O GEO incentiva não só com a olimpíada. No Fundamental mesmo, educação de base, os alunos têm acesso a uma matéria que junta Matemática e Informática. Assim, nós utilizamos plataformas digitais para fazer exercícios, sala multimídia para fazer a interação entre o assunto que é visto em sala de aula, com esse jogo e com os recursos tecnológicos”, comentou Rafaela, acrescentando que os alunos chegam na olimpíada já familiarizados com essas ferramentas.

        Na modalidade Iniciação 2,  os alunos José Francisco Cruz e Samuel Victor Fernandes ficaram o Ouro e Matheus Moreira Brito Medeiros com a medalha de Prata. Já os alunos Mateus Farias de Oliveira, Lívia Caroline dos Santos Carvalho, Elaine Regina Macedo Campelo Dias, Rebeca Josita de Almeida Bezerra, Samuel Chaves Morais de Lima, Felipe Rodrigues Coelho, Pedro Henrique de Moura, Davi Riquelme Albuquerque dos Santos e Maria Eduarda Montenegro Tenório ficaram com o Bronze. Hilda Glícia Fonseca Fortes, Saulo Contreras de Assis, Joao Pedro Duarte Luna e Mariana Lucena Lins ficaram com medalhas de Honra ao Mérito.

        Vale ilustrar que na Modalidade Iniciação, os alunos concorrem resolvendo problemas de lógica e problemas de computação, sem uso de computador, apenas utilizando lápis e papel. O objetivo desta modalidade é despertar o gosto por problemas de computação e detectar talentos potenciais para programação. Por outro lado, a Modalidade Programação exige conhecimento mínimo em programação e é necessário prover computadores para os participantes, na ocasião da prova. Algumas tarefas mais difíceis, que exigem noções de estruturas de dados, ensinado, geralmente, apenas em escolas técnicas ou no primeiro ano de cursos superiores de computação, também são empregadas.

        Na categoria Programação, que reúne alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e dos três anos do Ensino Médio, a prova foi composta por desafios que envolvem conhecimento de técnicas básicas de programação, estrutura de dados e algoritmos. “Foram dadas ‘missões’ para os alunos trabalhando comandos e portas de entrada e saída em programação, assim como variáveis e outros conceitos básicos”, disse a professora Rafaela, destacando que o aluno Augusto Nunes Zacarias, Ouro na OPI deste ano na categoria, ano passado ele foi Prata e já conquistou medalhas em outras olimpíadas também.

        Para o diretor do GEO Tambaú, Daniel Abdala, os resultados não só na Olimpíada de Informática, mas em tantas outras que o GEO participa mostra a importância do aporte do colégio na eficiência dos alunos nas provas. Ele frisou ainda que, no caso das olímpiadas de informática, é importante estimular os alunos para identificar também não só áreas de interesse, mas também novos talentos. “Identificar novos talentos, fazer com que o interesse pelas disciplinas desperte mais cedo e, é claro, promover as carreiras desses estudantes é sempre foco de nossas atividades. E no caso da ciência da computação, que é algo relativamente novo, os alunos desenvolvem o interesse cada vez mais cedo, já que convivem com computadores e instrumentos que usam a informática desde muito pequenos”, comentou o diretor.

 Olimpíada Brasileira de Informática – OBI terá 3ª etapa no dia 21

        Outra competição que o GEO tem alunos participando é a OBI, um evento desconectado da Olimpíada Paraibana de Informática, ou seja, a competição paraibana não é etapa para classificação na olimpíada brasileira ou nacional. São eventos distintos.A OBI é uma competição aberta a todos os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio. O GEO está participando na categoria Programação com os alunos Charles Kennedy, do 1º ano do Ensino Médio do GEO Sul; Gustavo José, do 1º ano do Ensino Médio do GEO Sul; e Augusto Nunes, do 3º ano do Ensino Médio do GEO Tambaú. A prova da terceira etapa da OBI acontecerá neste sábado (21), no campus da UFPB, em Mangabeira. Na Modalidade Programação as provas são feitas no computador, com tarefas de programação que podem ser resolvidas com uma linguagem de programação entre Python, C, C++, Java, Javascript e Pascal.

Compartilhe esta notícia:

Últimas notícias

Imprensa

Entre em contato com:

RAMON NASCIMENTO
odlinari.silva@sebsa.com.br

Trabalhe
Conosco

Facebook

Facebook

Twitter

Twitter

Youtube

Youtube

Fechar