Acontece no geo

Tudo que acontece no geo está aqui.
confira as últimas notícias.

Veja Mais
04 de setembro de 2019

Alunas do colégio GEO vencem fase estadual da Olimpíada Brasileira de Geografia e vão representar a Paraíba na etapa nacional

             Três alunas do 1º Ano do Colégio GEO Tambaú são as atuais campeãs paraibanas da Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG). O resultado da OBG foi publicado na última sexta-feira (30) e essa foi a primeira vez que o GEO participou de uma Olímpia de Geografia. A competição, inclusive, rendeu um total de 25 alunos medalhistas na fase estadual para o GEO em suas duas unidades (Tambaú e Sul), sendo seis medalhas de ouro, 11 de prata e oito de bronze. No pódio da Paraíba, a equipe de meninas do 1º Ano conseguiu a maior nota entre as medalhas de ouro e está, conforme informações da organização da competição, entre as 27 melhores notas do país, por isso, elas também receberam o direito de representar a Paraíba na fase nacional, que acontecerá em outubro, no campus da Unicamp, em Campinas (SP). A fase Internacional acontece em Istambul, na Turquia.

             A OBG é uma olimpíada científica para estudantes das escolas públicas e particulares do Brasil, desde o 9° ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio que, divididas em equipes de três pessoas, submetem-se às provas, neste caso, elaboradas pela Unicamp. O GEO, segundo o professor de Geografia, Carlos Campos, nunca havia inscrito alunos para a competição, que também ficou desativada durante três anos em função da falta de recursos destinados à Olimpíada. “Quando eu soube que havia retornado, lancei a proposta para os alunos e começamos a trabalhar nisso”, comentou o professor, destacando que a OBG tem três etapas até a nacional, com provas online. “Na nacional, além da prova, também vai ter um desafio para as equipes, mas as meninas, embora muito novas, estão bem preparadas”, disse.

             As alunas Bruna Camilly, Danielly Satyro e Letícia Marques, ficaram muito alegres com a conquista “Não esperávamos ser a melhor equipe dentre as que levaram ouro. Foi uma surpresa abrir meu e-mail naquela sexta-feira e encontrar o convite da OBG para a fase nacional”, comentou Danielly, sendo acompanhada pelas amigas Bruna e Letícia. “Ficamos impressionadas porque na nossa escola mesmo tínhamos concorrentes muito bons do 3º Ano. Tem equipe que ficou com uma diferença de apenas cinco pontos. Isso é pouco demais diante de um universo de 1.500 pontos da prova inteira”, ressaltou Letícia.

             Para a etapa nacional elas não escondem o segredo da preparação. “Muita dedicação. Estudamos sempre em biblioteca, sempre em busca do que não encontramos respostas e, por isso, temos uma expectativa muito boa para a fase nacional, embora vamos concorrer com as melhores equipes do país e ainda temos que encarar o desafio que nem sabemos”, concluiu Bruna, que foi a responsável por unir o grupo.

             O professor Carlos Campos afirmou que em todas as etapas, as avaliações sempre abordaram toda a Geografia: econômica, humana, física, geopolítica, rompendo com o dualismo geografia física x geografia humana que deve estar expressa nas metodologias de ensino e aprendizagem contidas na formação desses estudantes.  Neste caso, a grande surpresa para todos foi realmente o destaque de uma equipe do 1º Ano. “Elas tem apenas 15 anos e estão lidando com questões que tiveram que ir atrás, lógico, sempre com o meu apoio que estou aqui para orientá-las, mas são conteúdos que, por exemplo, elas ainda não viram em sala de aula. São meninas dedicadas, interessadas e esforçadas, além de muito inteligentes. Isso me deixa muito feliz porque mostra que elas podem ir muito além do que imaginam”,  avaliou Carlos Campos.

             A fase nacional da Olimpíada Brasileira de Geografia vai acontecer na sede da Unicamp, em Campinas, nos dias 18 19 e 20 de outubro. As provas da OBG são realizadas em quatro fases, sendo três online e uma final presencial:  1ª e 2ª fases com  20 questões objetivas cada e a 3ª fase com apenas 10 problemas de múltipla escolha. A colocação final é dada com base no número total de acertos nas três fases iniciais, sendo definidos os dois times finalistas de cada estado ( 01 escola particular e 01 escola pública) para a quarta etapa do torneio, para a qual seguem as alunas do GEO em outubro, representando a Paraíba.

Compartilhe esta notícia:

Últimas notícias

Imprensa

Entre em contato com:

RAMON NASCIMENTO
odlinari.silva@sebsa.com.br

Trabalhe
Conosco

Facebook

Facebook

Twitter

Twitter

Youtube

Youtube

Fechar