Acontece no geo

Tudo que acontece no geo está aqui.
confira as últimas notícias.

Veja Mais
31 de maio de 2019

Atleta paraibano se destaca em campeonato brasileiro de natação e conquista medalhas de ouro, prata e bronze

Tudo indica que dentro em breve as piscinas brasileiras tendem a ganhar mais um ídolo. Isto porque depois da trajetória de Kaio Márcio, outro atleta paraibano vem chamando a atenção nas competições de nível nacional. Trata-se do estudante Daniel Azevedo Macena Gomes, aluno do 9º ano do GEO Tambaú que, com apenas 14 anos de idade, acaba de trazer para a Paraíba três medalhas de ouro, prata e bronze, que conquistou no “brasileirão” de Natação, nas três modalidades das quais participou. A vitória do jovem fez história no esporte da Paraíba em número de medalhas em uma única competição. Ele também ganhou o primeiro prêmio ‘Esporte Escolar da Paraíba 2018’, representando o GEO nos Jogos Escolares da PB.

Há alguns anos não se via na natação paraibana grandes apostas. O esporte ocupava um lugar discreto em competições nacionais, tendo em vista a falta de tradição em nossas piscinas.  No entanto, parece que agora um novo caminho se abre e coloca a Paraíba novamente no centro das atenções com atletas que só esperavam uma chance para entrar nos circuitos das competições de grande porte, sejam elas nacionais ou internacionais.

É o caso de Daniel Macena, que viu sua paixão pela piscina surgir com apenas 6 meses de idade, mas, nem mesmo ele saberia que essa relação renderia tanto. A mãe de Daniel, Daniele Macena, conta que o talento do filho foi descoberto pelo treinador Léo Palmeira, enquanto ainda fazia escolinha de natação no Clube Cabo Branco, há seis anos e, de lá para cá,  Daniel nunca parou de nadar. “Léo foi a base dele, depois veio Stefano Vieira, que lapidou meu filho”, comentou.

Daniele Macena explicou que, desde o no passado, quando Daniel entrou finalmente para a categoria Infantil e passou a participar de competições maiores, ele possui uma rotina de treinos bem intensa. “Pela manhã ele vai para a escola, à tarde vai para o inglês, e no final da tarde, das 17h30 até às 21h, ele fica no treino. Isso todos os dias, de segunda a sábado. Nas terças e quintas tem o que chamam de ‘dobrado’. Daniel vai para o treino às 5h e só sai às 6h30. Levamos o café da manhã dele e, de lá, ele já vai para o GEO”, explicou a mãe, orgulhosa da disciplina do filho.

Incentivado pela trajetória de atletas como César Cielo e Michael Phelps, a mãe salienta que Daniel está em busca de um sonho. “Ás vezes é muito difícil porque termos que correr atrás de patrocínio para as competições. Mas, vemos a dedicação dele e isso nos move para ir adiante, até por conta dos resultados que ele está trazendo também”, disse Daniele.

Assim, Daniel participou de vários campeonatos e obteve várias conquistas, sendo que a mais importantes delas veio no ano passado, quando ele começou a competir na categoria Infantil, o que o permitiu participar de Brasileiros: o Campeonato Brasileiro de Inverno Troféu Ruben Dinard de Araújo, em Belo-Horizonte. A competição aconteceu entre os dias 22 e 25 de maio último e foi quando Daniel Macena trouxe a tão sonhada medalha de ouro nos 100m Costas. Além dessa, ele também conquistou a prata, nos 200 Medley, e o bronze, nos 200 Costas, tornando-se o atleta que mais trouxe medalhas de natação em um campeonato brasileiro para a Paraíba. E esse foi apenas a terceira competição nacional que ele participou.

Retrospectiva carreira
Seu primeiro Brasileiro foi em maio de 2018, em Santos/SP, realizado no Clube Internacional de Regatas, conhecido como Campeonato Brasileiro Infantil de Inverno – Troféu Ruben Dinard de Araújo. Ali, ele participou de duas finais, nos 100m – Costas e 200m – Costas, obtendo a sétima e sexta colocação, respectivamente. Em novembro de 2018, Daniel, representando sua escola, o colégio GEO, participou dos Jogos Escolares da Juventude em Natal/RN e ganhou sua primeira medalha em nível nacional. Ele ficou em segundo lugar, concorrendo com atletas de 12 a 14 anos, nos 50m Costas. No mesmo mês, veio o segundo Brasileiro, realizado em Vitória /ES, no Clube de Regatas Álvares Cabral, conhecido como Troféu Maurício Bekenn. Lá, ele ganhou medalha de prata, nos 100 Costas, e bronze, nos 200 Medley, além de ter ido para a final nos 200 Costas e ter ficado em oitavo lugar.

Seu primeiro Brasileiro foi em maio de 2018, em Santos/SP, realizado no Clube Internacional de Regatas, conhecido como Campeonato Brasileiro Infantil de Inverno – Troféu Ruben Dinard de Araújo. Ali, ele participou de duas finais, nos 100m – Costas e 200m – Costas, obtendo a sétima e sexta colocação, respectivamente. Em novembro de 2018, Daniel, representando sua escola, o colégio GEO, participou dos Jogos Escolares da Juventude em Natal/RN e ganhou sua primeira medalha em nível nacional. Ele ficou em segundo lugar, concorrendo com atletas de 12 a 14 anos, nos 50m Costas. No mesmo mês, veio o segundo Brasileiro, realizado em Vitória /ES, no Clube de Regatas Álvares Cabral, conhecido como Troféu Maurício Bekenn. Lá, ele ganhou medalha de prata, nos 100 Costas, e bronze, nos 200 Medley, além de ter ido para a final nos 200 Costas e ter ficado em oitavo lugar.

Agora, toda atenção do atleta está na XXXIX Copa Pacífico de Natação 2019, na cidade de Lima, no Peru, sua primeira competição internacional. Ela vai acontecer entre os dias 10 e 16 de junho. Daniel foi convocado para integrar a equipe brasileira junto com outros 15 atletas do Norte/Nordeste. “Daniel está focado na sua rotina de treinos para essa competição e a expectativa é muito boa, pois ele tem talento, foco e condições físicas de ter um bom resultado. Estamos felizes com a escolha de seu nome para representar o Brasil integrando a delegação junto com outros nomes”, afirma o professor de Educação Física do GEO, Paulo Rosendo. Ele lembra que desde o ano passado, o aluno/atleta tem apoio do colégio GEO e de alguns patrocinadores, mas que a família ainda arca com a maior parte dos custos do atleta.

“Para essa viagem no Peru teremos que bancar passagens, hospedagem, alimentação. Patrocínio ainda está difícil aqui, isso é muito triste, porque vemos em outras cidades, como São Paulo, um campeão nacional sempre tem muita visibilidade”, frisa a mãe do atleta, que tem apoio de amigos, familiares e de quem acredita no futuro de Daniel, como é o caso do GEO. Vale destacar que antes de competir pelo brasileiro, ele já era campeão Norte-Nordeste em várias provas e, desde 2014, todo ano é eleito destaque da natação da Paraíba. Um futuro de grandes expectativas, portanto!

Compartilhe esta notícia:

Últimas notícias

Imprensa

Entre em contato com:

ELIANE SOBRAL
esnews@terra.com.br
(83) 3221-8829 / (83) 99985-0706

Trabalhe
Conosco

Facebook

Facebook

Twitter

Twitter

Youtube

Youtube

Fechar